Assinadas convenções coletiva de trabalho 2015

01/05/2015

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Belo Horizonte e Região Metropolitana celebrou em 2015 a assinatura de cinco convenções coletivas de trabalho (2015-2016), com os sindicatos da base que representa na Capital. São eles: Sindicato do Comércio Atacadista de Tecidos, Vestuário e Armarinho de Belo Horizonte; Sindicato do Comércio Varejista de Maquinismos, Ferragens, Tintas, e Material de Construção de Belo Horizonte; Sindicato do Comércio Atacadista de Gêneros Alimentícios de Belo Horizonte; Sindicato do Comércio Varejista de Automóveis e Acessórios de Belo Horizonte e o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Belo Horizonte.

Após grande mobilização da categoria, dado a intransigência dos patrões, os comerciários obtiveram índice de reajuste salarial de 8%, além de reajustes nos pisos e prêmios. Foram campanhas longas e difíceis, porque as categorias foram desmembradas. Após várias reuniões de negociação, o SECBHRM não cedeu às imposições dos patrões e manteve conquistas históricas conseguidas com muito suor e luta. Entre as várias cláusulas comuns das convenções, destaca-se o reajuste salarial de 8%, que passa a incidir sobre os salários em 1º de março – data-base das categorias.

Na última Convenção Coletiva assinada, celebrada entre o Sindicato dos Comerciários de BH e RM e o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Belo Horizonte - Sindilojas-BH, as cláusulas de destaque são: o salário de Office-boy, copeiro, faxineiro, servente, empacotador, entregador e vigia e demais empregados passa a R$ 880,00; vendedores e balconistas R$ 912,00. Garantia mínima R$ 943,00.

Todo empregado que exerça a função exclusiva de caixa, deverá tê-la anotada em sua Carteira de Trabalho e receber R$ 123,00 (cento e vinte e três reais) mensais de quebra-de-caixa. As horas extras serão pagas com adicional de 100% (cem por cento) sobre o valor do salário-hora normal.

Trabalho nos feriados

A Convenção com o Sindilojas -BH prevê o funcionamento das lojas em seis feriados em 2015. São eles: 4 de junho (Corpus Christi), 15 de agosto (Assunção de N. Senhora), 7 de setembro (Dia da Independência), 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida), 2 de novembro (Finados) e 8 de dezembro (N. Sra. Imaculada Conceição). O comerciário que trabalhar nesses dias terá jornada estabelecida de 8 horas com uma hora de intervalo para descanso e alimentação e receberá R$ 40,00 (quarenta reais), por feriado trabalhado a título de alimentação. As empresas deverão fornecer vale-transporte para o trabalho nos feriados. Como compensação, cada empregado receberá 1 (uma) folga por feriado trabalhado, a ser concedida em até 60 dias a contar do mês seguinte ao feriado trabalhado. Nos shoppings centers, o horário da jornada será diferenciado de acordo com o feriado, podendo ser de 14h às 20h ou 10h às 22 horas.

Fonte: Bic 460