Brumadinho

28/01/2019

Nossa solidariedade ao povo de Brumadinho e nossa revolta contra mais este desastre!

Pouco mais de três anos após o desastre de Mariana, cuja dor, sofrimento e prejuízos incalculáveis ainda não foram reparados, mais uma barragem da Vale rompeu na tarde deste 25/01/2019 e atingiu o município de Brumadinho.

As notícias são revoltantes e assustadoras. Imagens mostram pessoas soterradas pela lama sendo resgatadas por helicópteros. Um refeitório estava repleto de trabalhadores quando o mar de lama passou arrastando tudo. Estradas, plantações, casas, carros, ônibus, uma pousada, foram varridos e soterrados pela lama. Mais de 300 desaparecidos e, até o momento, 59 pessoas mortas.

Os relatos dos moradores locais são de terror e sofrimento. Famílias buscam desesperadamente por seus entes queridos.

A população é vítima de desastres repetidos. Já havia alerta do risco de rompimentos de barragens, nada foi feito. Sequer os recursos mais primários, como as sirenes de alerta para a população, foram postos em uso. Isso precisa ter fim! Os responsáveis por este sofrimento têm que responder pelos acontecimentos!

O Córrego do Feijão está pura lama e rejeitos. O Rio Paraopeba, que abastece Brumadinho e Belo Horizonte atingido. Água, plantações, criações foram arruinados e arrasados. Infelizmente, pelo que afirmam as autoridades, é difícil na atual situação contar com número maior de sobreviventes.

O Sindicato dos Comerciários se soma à dor dos que perderam seus entes queridos e à revolta geral contra este acontecimento. Toda nossa solidariedade ao povo de Brumadinho e a todos os atingidos.