Greve Geral - 28/04/2017

25/04/2017

Atenção comerciários(as)

28/04 É GREVE GERAL!

Contra a reforma da Previdência!

Contra a reforma trabalhista!

Diga NÃO às terceirizações!

 Em defesa da CLT e dos direitos dos trabalhadores!

Os Comerciários de BH e Região se unirão a grande mobilização nacional no dia 28 de abril e somarão forças a GREVE GERAL.

Nosso país atravessa uma grave crise. Uma crise criada e alimentada pela ganância dos grandes empresários, pela ação de políticos corruptos que agem contra os interesses da população e da Nação.

Nos últimos anos, os trabalhadores brasileiros vêm enfrentando duras batalhas para impedir que direitos históricos conquistados ao longo de décadas e de muitas lutas fossem retirados. 

José Cloves  Presidente do Sindicato dos ComerciáriosGoverno e patrões querem impor a reforma da Previdência com o discurso de que existe um “rombo” e “déficit”, mas isso é uma grande mentira! Se o dinheiro dos trabalhadores contribuintes fosse realmente aplicado na Previdência Pública e se os grandes empresários não descumprissem a lei e não sonegassem criminosamente suas obrigações trabalhistas, e se os governos não desviassem os recursos da Previdência para outros fins, não haveria rombo nenhum.

Com a reforma da Previdência, atacam principalmente a aposentadoria dos trabalhadores urbanos e rurais. Aumentam o tempo de contribuição, a idade para se aposentar. Na prática, os governos e patrões querem acabar com o direito a aposentadoria para a maioria da população, que envelhecida, doente e precarizada, não terá o direito de gozar de merecido descanso com saúde e nem de um rendimento digno.

Querem impor uma reforma trabalhista para fragilizar as leis que defendem os direitos do trabalhador, enfraquecer e acabar com a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), para assim poder atacar direitos como aposentadoria especial, 13º salário, FGTS, etc. 

O governo já impôs as terceirizações em larga escala desonerando os patrões de suas obrigações trabalhistas e desprotegendo milhões de trabalhadores. O discurso do governo é de “criar empregos”, mas o que ocorre na prática é a criação de milhões de sub-empregados e com direitos fragilizados e trabalho precarizado.

Os trabalhadores sentem há muito tempo o crescimento da inflação no preço dos aluguéis, no carrinho do supermercado, nas farmácias, no material escolar dos filhos, etc. Enquanto a população enfrenta o arrocho, políticos ganham salários e verbas que passam de R$ 100 mil reais por mês, os bancos lucram bilhões, as grandes empresas lucram bilhões mesmo fazendo discurso de crise.

É preciso agir e AGIR AGORA! O que está em risco é o presente dos trabalhadores e o futuro de nossos filhos e do país.

Em 15 de março mais de 100 mil trabalhadores foram às ruas de Belo Horizonte e milhões se mobilizaram em todo o país.

AGORA É HORA DE GREVE GERAL! 

Os Comerciários de Belo Horizonte decidiram em assembleia geral realizada no dia 24/03 aderir a GREVE GERAL e o Sindicato dos Comerciários de BH e Região convoca toda a categoria a apoiar e participar ativamente dessa luta!

É hora dos trabalhadores mostrarem sua força e BARRAR ESSAS REFORMAS!

Sindicato dos Comerciários de Belo Horizonte e Região

92 anos de lutas e realizações para o trabalhador(a) comerciário(a)!