Palavra do Presidente

Eleições e “reformas”

Nossa certeza é que vai ter luta!

As atuais eleições acontecerão em meio a uma enorme crise.

São mais de 13 milhões de desempregados em nosso país. Está no fim um governo que não foi respaldado pela decisão do povo, um governo sem legitimidade que uniu os inimigos dos trabalhadores para impor a “reforma” trabalhista.

As campanhas e debates eleitorais mostram como essas eleições não significarão mudanças reais para a população e para os trabalhadores e mostram que a situação pode agravar. Os acordos, as coligações são muito mais do mesmo. Muitos candidatos, mas as propostas não se diferenciam no essencial.

Muitos candidatos são alvos de processos por corrupção, lavagem de dinheiro, e outros crimes. Um candidato a presidência, preso, teve que ser substituído. Não vamos entrar nos méritos de porque ele está preso enquanto outros corruptos estão soltos. É preciso entender que não se pode admitir que pessoas que cometam crimes contra os trabalhadores, contra a população e a nação concorram ou ocupem impunemente governos ou cargos em nenhuma instância.

Os discursos antidemocráticos e mais acalorados contra os trabalhadores ganharam eco alimentados pela crise e pela corrupção e os trabalhadores saberão rechaçar e dizer não a esses inimigos declarados.

Outros discursos são amenos e aparentemente delicados, mas também falam de “reformas necessárias” que só retiram dos trabalhadores e da população para dar mais lucro aos patrões e grandes grupos econômicos. Alguns até falam contra pontos da “reforma”. Muitos desses candidatos já foram governadores, prefeitos, deputados, senadores, ministros, etc. Enquanto ocupavam esses postos, faziam de tudo para manter a as coisas exatamente como estão. Agora, que são candidatos, prometem “mudanças”.

Nosso país precisa de uma grande mudança e a nós, trabalhadores e movimento sindical realmente comprometido, cabe lutar. Lutar sem trégua contra as reformas que retiram direitos dos trabalhadores.

José Cloves Rodrigues
Presidente do Sindicato dos  Comerciários de BH e Região
Outubro/2018